Últimas Notícias

07/02/2018
Por que o vinho em um avião tem sabor diferente?
A atmosfera dentro da aeronave influencia a degustação da bebida
Pense no momento em que você entra pela porta arredondada de um avião comercial. A atmosfera é imediatamente diferente e, em alguns momentos, você pode sentir que é tão seco como um deserto lá dentro. O ar também tem uma vedação distinta, porque você está em um tubo profundamente longo e, embora existam janelas em todos os lugares, nenhuma delas pode ficar aberta.

Esse ar está sendo recirculado e traz notas provocativas de combustível para jatos, de estofados e tapetes, que tendem a desaparecer quanto mais tempo você ficar nesse tubo.

Mas o problema é que mesmo as coisas que queremos cheirar eventualmente desaparecem. E quando os aromas vão, os sabores também. Tudo é causado pela sua própria desidratação induzida pela aeronave - a secagem que te aflige cada vez que voa.

Você não fica totalmente despojado de sua capacidade de cheirar e provar, obviamente, mas seus sentidos rapidamente começam a operar em uma fração de sua capacidade normal - e eles vão baixando a partir daí.

Você gradualmente perde sua capacidade de cheirar e provar os aromas e sabores sutis, que poderia ter facilmente identificado e nomeado se estivesse no chão.

"Amora-preta madura, romã, laranja, pimenta branca, alecrim e café médio" é como você poderia ter descrito um vinho na Terra. No ar, o mais próximo que você pode chegar a isso é “frutado e líquido".

Então, encontrar os vinhos certos para paladares desidratados e diminuídos a 36 mil pés é a questão. Eles precisam de fruta pronunciada, mas não devem vir com muito tanino. Seu corpo também não precisa de uma bebida com teor alcoólico muito alto, porque lembre-se, você já está um pouco desidratado.

Provavelmente você não terá que fazer escolhas com base nesses fatores, pois quem escolheu o vinho para o vôo - para a companhia aérea - já terá feito isso para você. Essas pessoas sabem o que você estará passando.

Então, você pode ter uma experiência diferente com o vinho da linha aérea aqui embaixo. E o mesmo se aplica em relação a comida de avião.
Fonte: Chicago Tribune
 
> Leia as últimas notícias