Blog Meu Vinho

04/09/2019
Vinicultores estão usando música para fazer um vinho melhor
Parece estranho, mas as ondas sonoras ajudam a melhorar a maneira como a bebida se desenvolve.
De acordo com a National Geographic, algumas vinícolas estão tocando música para seus barris de envelhecimento. A vinícola chilena Montes Wines toca música calma, dizendo que “as vibrações suaves fazem com que os líquidos apresentem um envelhecimento melhor do que em silêncio ou com música estridente”.

Soa um pouco improvável no início, mas outros produtores de vinho testaram isso. Uma vinícola no Piemonte disse que está tentando envelhecer vinho com música para piano: “Após doze anos de testes, este projeto ainda pode ser considerado em seus estágios iniciais. Mas, olhando para os dados que coletamos durante as fases experimentais, podemos dizer que a música induz as leveduras a uma atividade maior, no final fazendo um vinho melhor. ”

Se parece uma ciência bastante dispersa, é porque é. Pesquisadores falando ao The Washington Post sobre o potencial das ondas sonoras para melhorar o vinho disseram que alguns dos processos que tornam o vinho bom ainda são difíceis de quantificar - embora eles afirmem que há alguns processos de fermentação que não podem ser acelerados ou influenciados não importa o som que você toca.

Outros viticultores estão tocando música para as próprias uvas. Os proprietários do vinhedo italiano chamado “Il Paradiso di Frassina” contaram à CBS que tocam Mozart para algumas de suas plantas, que tendem a crescer em direção à fonte do som. Pesquisas sugerem que as plantas não percebem a música como nós, mas podem captar sinais de áudio e se adaptar à sobrevivência de acordo.

Fonte: The Nex Web
 
> Leia as últimas notícias