Blog Meu Vinho

23/10/2019
O vinho é sem glúten?
Um guia prático para quem sofre de doença celíaca, dietistas e intolerantes ao glúten
Como o próprio nome sugere, uma dieta sem glúten evita o glúten, uma proteína encontrada no trigo, centeio, cevada e em um punhado de outros grãos. Isso significa que pães, massas, cereais e cervejas, produzidos da maneira tradicional, estão automaticamente fora da mesa.

Muitos adotaram a dieta durante a última década como forma de perder peso e aumentar os níveis de energia. O glúten, no entanto, pode ser um grave problema de saúde para aqueles que têm uma intolerância ou alergia a ele, ou que sofrem da doença celíaca, um distúrbio auto-imune em que a ingestão de glúten leva a danos no intestino delgado e outras causas a longo prazo. Para pessoas com estas condições médicas, saber se um alimento ou bebida contém glúten é uma necessidade absoluta.

"Se eles não adotarem uma dieta sem glúten, ficarão doentes", disse o diretor do Centro de Pesquisa e Tratamento Celíaca do Hospital Geral de Massachusetts, Alessio Fasano. "Eles não têm escolha, porque se não adotarem a dieta, certamente pagarão um preço".

Independentemente do motivo pelo qual as pessoas optam por não consumirem glúten, há uma pergunta comum que muitos fazem: Posso tomar vinho se sigo uma dieta sem glúten?

A resposta curta é sim. "Um exemplo clássico de uma bebida alcoólica que não tem glúten é o vinho", afirma Fasano. "Normalmente é feito por uvas, e o processo, em circunstâncias normais, não tem exposição ao glúten."

O Departamento de Comércio e Imposto sobre Álcool e Tabaco dos Estados Unidos permite que vinhos usem "sem glúten" nos seus rótulos desde que cumpram os requisitos da FDA para grãos sem glúten e tenham menos de 20 partes por milhão (ppm) de glúten - e a grande maioria dos vinhos obedece.

Existem exceções?

Embora seja seguro para aqueles com distúrbios relacionados ao glúten (exceto outros problemas de saúde relacionados ao consumo de álcool), aqueles com reações graves devem estar cientes de dois casos em que o vinho pode entrar em contato com o glúten.

O primeiro cenário é se um barril usado para envelhecer o vinho estiver selado com pasta de trigo, que contém glúten. Em toda a indústria do vinho, esta pasta foi substituída por ceras que não são à base de glúten, e mesmo quando o vinho é exposto aquela pasta é virtualmente insignificante.

De fato, em 2012, Tricia Thompson, fundadora do Glúten FreeWatchdog.org, testou essa ideia medindo os níveis de glúten de dois vinhos diferentes com acabamento em barris de pasta de trigo. Em seu estudo, menos de 5 e 10 ppm de glúten apareceram nos vinhos respectivamente, muito abaixo do padrão de 20 ppm da FDA para alimentos sem glúten.

Outro ponto potencial de contato com o glúten é se o glúten de trigo é usado na filtragem. Mas esta prática também é extremamente rara. E, mais uma vez, o vinho resultante provavelmente não terá glúten suficiente (se houver) para causar uma reação. Um estudo publicado em 2011 no Journal of Agricultural and Food Chemistry testou vinhos com agentes à base de glúten e descobriu que eles continuam muito pouco glúten ou nenhum.

Além disso, "mesmo se qualquer vestígio de glúten acidentalmente entrar em um vinho, o glúten, por ser proteína, reagiria com os fenólicos do vinho", explica o Dr. Christian Butzke, professor de enologia na Purdue University. Isto significa que os traços de glúten no vinho seriam severamente reduzidos após a finalização da bebida.

No entanto, enquanto o vinho de mesa é bom, nem todos os vinhos (ou produtos de vinho) são criados da mesma forma. "Alguns tipos de vinho contêm uma quantidade perigosa de glúten para pessoas com doença celíaca, incluindo aqueles com cor ou aroma adicionados e aqueles feitos a partir de malte de cevada", alerta Marilyn Geller, CEO Fundação da Doença Celíaca. "Para estes, os consumidores devem verificar o rótulo."

A conclusão é que, em quase qualquer caso, é seguro desfrutar de vinho enquanto se estiver em uma dieta sem glúten. No entanto, se você deseja ter 100% de certeza de que está bebendo um vinho que não entrou em contato com o glúten, entre em contato com a vinícola para obter a confirmação.

Fonte: Wine Spectator
 
> Leia as últimas notícias